Minha passagem ao Passo do S, aconteceu depois de passar o dia anterior no Passo da Ilha – São francisco de Paula/RS acampado.

O Passo do S localiza-se na cidade de Jaquirana/RS e tem esse nome pois a passagem de veículos dentro do Rio Tainhas acontece através de um “S”, o rio é formado por um grande lajeado de pedras que conforme o nível do rio é possível cruzar com seu veículo de um lado a outro. 

Passo do S
Crédito: Luís H. Fritsch
Gm S10
Crédito: Luís H. Fritsch
Passo do S
Crédito: Luís H. Fritsch

Este não é apenas um ponto turístico, mas sim uma área dentro do Parque Estadual do Tainhas.

Se você estiver indo para Cambará do Sul/RS, ir ao Passo do S e da Ilha é um roteiro que você precisa fazer, isso porque esse percurso encurta a viagem em aproximadamente 20 kms, a estrada que liga estes dois atrativos é de terra, possui pedras soltas e muita poeira.

O que fazer no Passo do S

Se você gosta de trilhas curtas e com visual de tirar o fôlego, então você precisa conhecer o Passo do S, neste destino isolado em meio aos campos de cima da serra a duas trilhas para se percorrer.

Trilha do Mirante

Passo do S
Crédito: Luís H. Fritsch

A trilha do mirante é um caminho semi demarcado do lado direito do rio (sentido Cambará do Sul x São Francisco de Paula/RS), onde o participante caminha aproximadamente 150 metros, atravessa uma cerca de divisa de terras e tem uma vista sensacional de todo o rio Tainhas e também pode contemplar a beleza de uma grande cascata.

Para os mais aventureiros, a possibilidade de percorrer uma trilha antiga que leva até a base dessa grande cascata, mas é necessário uso de um guia experiente, que conheça bem o local é uma autorização dos guarda parques da reserva.

Não desci a trilha, pois ao conversar brevemente com um guia local, este disse que havia em meio a trilha alguns ninhos de abelhas e vespas. Como o Passo do S é um local isolado e um tanto distante de um hospital, caso eu fosse fazer a trilha e viesse a sofrer algum dano com as abelhas, seria um problema grave.

Então por uma decisão racional, decidi então ir até o outro lado do rio, na margem esquerda e percorrer a Trilha das Cachoeiras.

Trilha das cachoeiras

Passo do S
Crédito: Samuel Viganó Bonatto

A trilha das cachoeiras é um percurso bem marcado, você segue pela margem esquerda perto da cerca de divisão de terras chegará a um mirante, onde tem uma visão das cachoeiras abaixo. Se você seguir este caminho ladeira abaixo, chegará até a base dessas cachoeiras.

O Passo do S é muito bem preservado, a água que corre pelas pedras e forma pequenas e médias cachoeiras são totalmente cristalinas, a primeira coisa que vem na cabeça é deitar em meio a queda de água e refrescar-se, porém isso não é possível.

No local não há placas que impedem o banho, mas em contato com pessoas locais, a relatos de ocorrer multas sancionadas pela reserva para as pessoas que desobedecerem essa regra. 

Na minha opinião deveria ter placas com as proibições para aí sim ser feita a devida justiça, pois do jeito que está não tem como sabermos. O que você acha sobre isso, dê a sua opinião nos comentários abaixo!

Mais uma vez fui barrado dessa vez por uma proibição que não existia, mas contemplar também é interessante, peguei minha máquina fotográfica, tripé e filtros ND e procurei bons ângulos para fazer algumas imagens de longa exposição.

Passo do S
Crédito: Luís H. Fritsch
Passo do S
Crédito: Luís H. Fritsch

Depois de captar umas imagens, sentei embaixo de uma araucária que continha uma boa sombra, naquele dia fazia aproximadamente 33° de temperatura, estava abafado e não havia nada de vento.

Retornei pela trilha por onde fui e atravessei o Passo do S a pé até o outro lado, peguei o carro e segui em sentido Cambará do Sul/RS, no meio do caminho cheguei na Cascata dos Venâncios, mas este já é assunto para o próximo post.

Se você gostou desse relato de viagem, não deixe de compartilhar com seus amigos e nos seguir nas redes sociais via Instagram e Facebook.

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 4 =

Previous reading
Cascata Santa Bárbara
Next reading
1ª Trilhas e Vinhedos – Nova Roma do Sul