1º Dia 15/03 – Iniciando a viagem – Patagônia

Encontramos-nos no aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre no dia 15, por volta das 14 horas e já fomos logo embalando nossas mochilas em grossos sacos plásticos. Isso é necessário porque não é permitido levar uma mochila cargueira de 60 litros como bagagem de mão, além disso, o volume e o peso que passou dos 20 quilos justificam sem dúvida a necessidade de despachar a bagagem. Já no aeroporto começam as peripécias, na subida da escada rolante olhando mapas e coisas que levamos pra viagem, na empolgação, quase me “arrebento” ao final da subida, pois os degraus terminaram e era necessário, obviamente, dar aquele primeiro ou último passo (como queiram) para sair daquele monstro metálico que te leva pra cima e pra baixo. O Paulo quase se mata de rir, mas tudo certo.

Nosso avião saiu no horário marcado às 15h50min, voo 1229 da Aerolíneas Argentinas rumo a Buenos Aires, onde iremos passar uma noite num hostel no centro da Capital Argentina reservado pelo Paulo por telefone e pela internet. Ao chegar ao Aeroparque, aeroporto localizado às margens do Rio de La Plata, fomos logo para o ponto de táxi rumo à nossa primeira hospedagem. Pagamos 110 pesos ao Taxista. O Hostel, situado na Avenida Rivadavia a duas quadras da Avenida 9 de Julho, centro de Buenos Aires, possui ótimas acomodações e um preço bem acessível, pagamos 255 pesos de ambos para passar a noite lá. Ao chegar ao hostel, mais um fato cômico da viagem, o recepcionista nos acompanhou até nossa “habitación” (quarto) e para nossa surpresa havia lá apenas uma cama de casal. Opa! Tentamos trocar, obviamente, mas não teve jeito, os outros quartos estavam todos lotados, então o jeito foi fazer uma barricada de mochilas no meio da cama e dar um monte de risadas.

3+
Praça do Congresso Nacional de Buenos Aires.

Como ainda era cedo, fomos dar uma volta pelas redondezas para conhecer e passar o tempo. O Hostel, muito bem localizado, ficava também há duas quadras do Congresso Nacional da cidade, uma belíssima praça com um chafariz gigante e muito bonito, tiramos algumas fotos no local e depois seguimos em direção à movimentada Praça do Congresso Nacional de Buenos Aires. 8 Avenida 9 de Julho, tiramos algumas fotos aqui também e percebemos um movimento numa outra avenida logo à frente, assim, fomos lá dar uma olhada.

4+
Avenida 9 de Julho – Buenos Aires.

Ao chegarmos ao local, nos deparamos com uma Avenida toda fechada com uma série de tendas, uma verdadeira multidão, um evento cultural e gastronômico de diversas partes do mundo chamado de “Festival de Las Colectividades”, um ambiente muito divertido com diversos tipos de música, apresentações e muita comida boa pra todos os lados. E agora, o que comer? Escolhemos a tenda alemã que tinha uma espécie de carne assada com legumes, parecia bom, o problema era como pedir o tal rango. Bueno, nada que alguns sinais não resolvessem, e de fato a iguaria era muito boa.

Em seguida, fomos dar uma caminhada também na Praça da Casa Rosada, tiramos mais algumas fotos e voltamos para as proximidades do Hostel onde vimos antes alguns bons restaurantes para jantar, escolhemos um e fomos logo naquele. Era o restaurante Pamplona, localizado na Rivadavia também. Eu, como sempre, estava com fome, pedi um Salmão Grelhado com arroz e saladas e o Paulo ficou só na salada porque não estava com muita fome. Tomamos uma cerveja Quilmes bem gelada e lá fizemos o nosso jantar do primeiro dia de viagem.

5+
Comida Típica Alemã.

Barriga cheia e satisfeitos, tudo certo, voltamos cedo para o Hostel para descansar, pois iríamos acordar e sair cedo rumo ao Aeroporto Ezeiza do outro lado da cidade de onde vai sair nosso voo para El Calafate. E assim foi o primeiro dia da viagem. Boa Noite!

Transcrição do diário da viagem por: Cristiano da Cruz e Paulo Adair Manjabosco

Data do Relato: 15 a 30/03/2014

Texto e Fotos: Cristiano Da Cruz

11021070_10204793054479848_9021972409366032381_n

Contato: www.indiadabuena.com.br

(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *